Piadas

01. O coveiro corcunda                                                                       corcunda

O coveiro corcunda estava limpando um dos túmulos do cemitério, quando ouve alguns ruídos esquisitos e, assustado, começa a correr.
— Não corra… Eu não vou te fazer mal — diz uma voz que começa a se materializar à sua frente.
— Quem é você? — ele pergunta, com voz trêmula.
— Eu sou o fantasma Gaspar! Você tem amigos?
— Não! — responde o coveiro.
— Tem dinheiro?
— Não!
— Tem família?
— Também não!
— Então, me dá essa corcunda! — e desaparece no ar.
Felicíssimo, o coveiro sai contando para todo mundo o ocorrido.
Ao relatar o acontecido para um amigo paraplégico, este último resolve tentar a mesma sorte e passa a frequentar assiduamente o cemitério.
Até que um dia ouve a mesma voz:
— Quem é você? — ele pergunta.
— Eu sou o fantasma Gaspar! Você tem amigos?
— Não! — respondeu o aleijado, todo sorridente.
— Você tem dinheiro?
— Não!
— Você tem família?
— Também não!
— Então, toma essa corcunda para você!

======================================================================================

02. Pequeno esquecimento

O padre pergunta a uma garota:
— Você conhece a Bíblia, minha filha?
E ela, prontamente, responde:
— Acho que sim, só não estou ligando o nome à pessoa!

pessoas e expressões (33)

====================================================================================

Policial 035

03. Proibido estacionar

O guarda vê um homem estacionando seu carro em local proibido e diz:
— Tire o carro e pare em outro lugar. Não está vendo a placa de “Proibido Estacionar”

— Estou…

— E então?

— Então… Vá tomar banho!

O guarda algema o indivíduo no ato, e o leva até a delegacia:
— Olha que engraçadinho, delegado. Mandei tirar o carro de um local proibido e ele me mandou tomar banho!

— Ah, é ? — diz o delegado com ironia — E eu? Pra onde você vai mandar?

— Eu vou mandar você se ferrar no inferno! — diz o cara.

O delegado fica furioso, dá um tabefe no cara e fala:
— Leva para os fundos e põe o vagabundo no pau-de-arara!

O policial leva o homem até uma salinha e o pendura de ponta-cabeça, momento que a carteira do cara cai do bolso aberta no chão: “GENERAL DO EXÉRCITO BRASILEIRO”.

Correndo, o guarda volta à sala do delegado e diz:
— Delegado. O homem é general!

— General? Ai, ai, ai… E agora? O que nós vamos fazer?

— Bom, o senhor eu não sei, mas eu estou indo tomar o meu banho que o homem mandou…

=====================================================================================

motel1

04. Flagra  no motel

Desconfiado que sua mulher está pulando a cerca, o marido resolve contratar um detetive.
— Você suspeita de algum local onde ela possa lhe trair? — pergunta o detetive.
— Conhece o Motel Botelho Pinto? — diz o marido.
— Conheço!
— Esse motel fica perto do serviço dela! Pode ser que a gente ache ela por lá… Ah, se eu pego aquela vagabunda… Quero que você a encha de porrada, para ela aprender como uma galhada dói!
— Calma, senhor! Eu vou averiguar tudo!
— Eu vou junto, detetive! Eu fico na esquina esperando o flagrante.!
Já no local, o marido desconfiado fica na esquina por mais de uma hora, só na expectativa.
De repente vê o detetive dando a maior surra numa mulher.
— Peraí, detetive! — gritou o marido. — Essa aí não é a minha mulher, não!
— Mas é a minha! — berrou o detetive. – Depois eu busco a sua!

Linhas 004

[tweetmeme style=”compact” only_single=”false”]

Piadas

01                                                                         01-3

Três garotinhos discutem qual deles tem familiares mais importantes:
– Eu tenho um tio que é padre – diz o primeiro. – Ele é tão bom, mas tão bom, que todo mundo chama ele de Santo!
– Isto não é nada – desafia o segundo. – Eu tenho um tio que é Cardeal. Ele é tão bom, mas tão bom, que todo mundo diz que ele vai ser o próximo Papa.
– Isto não é nada – diz o terceiro. – Eu tenho um tio que é tão feio, mas tão feio, que todo mundo quando olha para ele diz: – Oh, meu Deus.

02                                                   Religião 047

Numa aldeia africana, nasceu uma criança branca.
Imediatamente o Cacique mandou chamar o missionário, que era o único homem branco por ali.
– Cacique quer explicação! – pediu ele, nervoso.
O missionário, apavorado, tentou explicar por parábolas:
– O senhor está vendo aquele rebanho de ovelhas ali?
– Sim, e dai?
– Como o senhor pode ver, todas são brancas, menos uma…
– Já entendi – sussurrou o índio. – Cacique livra cara de missionário, missionário livra cara de Cacique!

03                                                                   !1A1'''AAAZZLK

Um burro morreu bem em frente de uma Igreja e, como uma semana depois o corpo ainda estava lá, o padre resolveu reclamar com o Prefeito.
– Prefeito, tem um burro morto na frente da Igreja há quase uma semana!
E o Prefeito, grande adversário político do padre, alfinetou:
– Mas Padre, não é o senhor que tem a obrigação de cuidar dos mortos?
– Sim, sou eu! – respondeu o padre, com serenidade. Mas também é minha obrigação avisar os parentes!

04                                                                PAPAGAIO-01

Um mágico trabalhava em um navio, fazendo shows para os passageiros. Como o público era diferente a cada semana, o mágico sempre repetia os mesmos truques.
O papagaio do capitão via os shows e começou a entender como o mágico fazia os truques. Quando ele entendia um truque, começava a gritar no meio do show:
– Olha, não olhem para o mesmo chapéu! Olha, ele está escondendo as flores debaixo da mesa! Hei, por que todas as cartas são Ás de Espada?
O mágico ficava furioso, mas não podia fazer nada. Afinal de contas era o papagaio do capitão.
Então, um dia o navio afundou. O mágico acabou agarrado a um pedaço de madeira no meio do mar, e por capricho do destino, junto com o papagaio. Eles olharam um para o outro com ódio, mas não proferiram palavra alguma. Isto continuou por vários dias.
Finalmente, no quinto dia, o papagaio não se conteve e disse:
– Ok, eu desisto. Onde você enfiou a porcaria do navio?

Ciência 068

[tweetmeme style=”compact” only_single=”false”]