Emprego para o filho

 

 

          O cara termina o segundo grau e não tem vontade de fazer uma faculdade.
          O pai, meio mão de ferro, dá um apertão:
           – Ah, não quer estudar? Bem, perfeito! Vadio dentro de casa eu não mantenho. Então vai trabalhar!…
           O velho, que tem muitos amigos, fala com um deles, que fala com outro, até que ele consegue uma audiência com um político que foi seu colega há muito tempo atrás:
           – Rodriguez, meu velho amigo!… Tu te lembra do meu filho? Pois é! Terminou o segundo grau e anda meio à toa, não quer estudar… Será que tu não consegue nada pro rapaz não ficar em casa vagabundeando?
           Três dias depois, Rodriguez liga:
           – Zé, já tenho! Assessor na Comissão de Saúde do Congresso, R$ 9.000,00 por mês, pra começar.
           – Tu tá louco!!! O guri terminou o colégio agora, não vai querer estudar mais… consegue algo mais abaixo…
           Mais dois  dias:
           – Zé! Secretário de um deputado, salário modesto. R$ 5.000,00, tá bom assim?
           – Nãooooo, Rodriguez! Algo com um salário menor, eu quero que o guri tenha vontade de estudar depois… Consegue outra coisa.
           – Olha Zé, a única coisa que eu posso conseguir é um carguinho de ajudante de arquivo, alguma coisa de informática, mas aí o salário é uma merreca, R$ 2.800,00 por mês e nada mais…
           – Rodriguez, isso não, por favor, alguma coisa de 500, 600, pra começar. Tem como arrumar?
           – Isso é impossível, Zé!!!
           – Mas, por que???
           – PORQUE ESSES SÃO POR CONCURSO, PARA PROFESSOR, AÍ PRECISA DE CURSO SUPERIOR, MESTRADO, DOUTORADO, ETC… É DIFÍCIL…

04--corruptos-1324572741608_500x300

[tweetmeme style=”compact” only_single=”false”]
Anúncios